quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Escavando o legado de Tony Judt

A Amazon mandou um e-mail hoje falando do lançamento de um "novo livro" de Tony Judt, que faleceu em Agosto de 2010. Pelo o que entendi, o livro é um apanhado de conversas entre Judt e o também historiador Timothy Snyder, de Yale (autor de Terras Sangrentas, que o Mauricio Santoro resenhou esta semana). A conferir.


4 comentários:

Mauricio Santoro disse...

Obrigado pela dica (que a ingrata Amazon não compartilhou comigo, apesar da montanha de dinheiro que eu enterro por lá). O Judt e o Snyder eram muito amigos, e conversavam pelo menos uma vez por semana enquanto este escrevia o Bloodlands. Que tem muito em comum com a perspectiva política do Judt, sobretudo no sentido da rejeição aos autoritarismos.

Abraços

Drunkeynesian disse...

Legal, obrigado pelo comentário... já tirou o meu receio de ser um catado meio sem nexo montado pela editora.

Delfim Bisnetto disse...

Desculpe o off topic, mas esse texto é impagável:

Eike para presidente
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/sergiomalbergier/1036540-eike-para-presidente.shtml

Drunkeynesian disse...

NOSSA... achei que o auge do delírio tinha sido a Veja desta semana...

Obrigado pela dica.