terça-feira, 5 de junho de 2012

Gráfico do Dia - Goldman Sachs e os estudantes

Ontem saiu a pesquisa da CNN Money com os empregadores preferidos dos estudantes de MBA nos EUA. Desde 2007, o líder é o Google. Aqui, chamo a atenção para a posição da Goldman Sachs no ranking: este ano foi a mais baixa dos últimos sete anos. A teoria a ser testada é que a era dos grandes bancos de investimento nos EUA acabou, e emprego neles vai cada vez mais se parecer com o resto do mercado, tanto em termos de remuneração quanto de badalação. Esse seria um movimento de muitos anos, talvez o dado seja mais um sinal de que já começou:


7 comentários:

Davila disse...

No Brasil essa febre por IB ainda está a todo vapor...

Jorge Browne disse...

Me chamou a atenção o 6º lugar da Amazon.

Victor Serra disse...

isto não seria mais uma mudança momentânea do que uma mudança permanente na Economia dos EUA? assim que eles começarem a se recuperar (efetivamente), ocorre uma ressurgência dos bancos de investimento por causa dos milhares de novos negócios.

Drunkeynesian disse...

É cedo pra dizer se é momentâneo ou tendência. O que ouço dos amigos que moram nos EUA é que a vida em bancos lá ficou muito mais difícil, a remuneração está muito menos agressiva e cada vez mais recebida em forma de ações do banco.

Jorge Browne disse...

Mais indicador para o "bolhômetro": remuneração dos profissionais de bancos de investimento vis a vis a dos demais pobres diabos...

Lucas Iten Teixeira disse...

JP se manteve, Morgan Stanley tb. Bank of America caiu. Ainda não dá p tirar conclusao.

Anônimo disse...

Efeito Taleb?! Rsrs...