quinta-feira, 20 de junho de 2013

Frases do Dia - Turquia e Brasil

In 2002, Turkey was just coming out of a severe financial crisis, so there is a case to be made that any growth calculation that takes 2002 as the base year mixes up real growth with the bounce back from the crisis.

Deste post de Dani Rodrik sobre a economia turca nos últimos anos. Deveria valer em alguma medida também para certo país ao sul do Equador, não?

6 comentários:

Adam Victor Nazareth Brandizzi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adam Victor Nazareth Brandizzi disse...

Ok, eu não sou economista, não entendo nada disso etc. etc. mas ainda assim pergunto, porque é melhor do que ficar na ignorância: falar de "real growth" e "bouncing back" não parece com aquele papo de falar de "preço justo" de algo? Isto é, não é meio como separar o crescimento em duas partes imaginárias, a que parece "adequada" e a outra que o interlocutor julga "inadequada", apesar de está aí na realidade?

Não sei se me fiz entender... Qualquer coisa, tento esclarecer mais.

Até!

Drunkeynesian disse...

Acho que não é a mesma coisa, faz grande diferença a base da qual se parte. Pra pegar um exemplo próximo a nós, o governo adorou bater no peito em 2010, quando o PIB cresceu 7.5%, só esquecendo de mencionar que tinha caído 0.3% no ano anterior.

Delfim Bisnetto disse...

E pra Argentina, então?

paulo araujo disse...

Viu esta nota do Valor de hoje?

Império de Eike Batista pode precisar de socorro
Autor(es): Por Paulo Ziobro | The Wall Street Journal
Valor Econômico - 21/06/2013


Poucos meses após divulgar um plano para reequilibrar suas empresas de mineração, petróleo e transporte, o império do empresário Eike Batista está quase em frangalhos devido a uma reviravolta no sentimento dos investidores em relação aos mercados emergentes e de commodities.

O valor dos seus ativos despencou, o que prejudica a sua estratégia de levantar capital com a venda de participações em suas empresas para garantir a viabilidade dos negócios de capital intensivo.

Os títulos da sua empresa carro-chefe, a petrolífera a OGX LLC, que vencem em 2018, atingiram a cotação de US$ 0,33 ontem, bem abaixo dos US$ 0,88 em 6 de março, quando Eike Batista formulou o plano com a ajuda de alguns bancos credores brasileiros.

"O preço já indica que os investidores estão vendo uma empresa em um cenário de falência", disse Marco Aurélio Guerra de Sá, chefe da mesa de operações da América Latina do Credit Agricole Securities, em Miami.

Porta-vozes de Eike Batista se recusaram a comentar.

As perspectivas para o empresário não são boas. Os investidores dizem que está crescendo rapidamente o risco de ele ter que negociar uma reestruturação de dívida com os credores.

Outra aposta é que o governo brasileiro acabará ajudando Batista. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) detém participações em algumas de suas empresas. Ele emprestou ao grupo mais de US $ 1 bilhão em 2012.

Mas injetar mais dinheiro nas suas companhias seria politicamente impopular para a presidente Dilma Rousseff, que lida hoje com uma série de protestos alimentada em parte pelo descontentamento com um suposto "capitalismo de camaradagem".

Anônimo disse...

ogx....

Deixa compra no 0,62...vai ser o low...em 2 meses vai dar pra bater no 3,10...

abs.

Sr Miyagi, o infame...