quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Gráficos do Dia - envelheça, se endivide

Seguindo minha busca por uma grande teoria para ganhar o Nobel, fui testar se há uma relação entre a idade média (mediana, na verdade) da população de um país e seu endividamento. Abaixo os resultados.



9 comentários:

Anônimo disse...

Eh... não tem relação! kkkk

Francisco Pessoa disse...

" In a sense this was a “Sixteen Tons” metaphor: Another day older and deeper in debt, except few within the credit system itself understood the implications. "

Arthur disse...

Agora faz um com a taxa real de juros e a idade da população.

Conforme a população envelhece fica mais dificil poupar. As taxas reais de juros devem cair.

(Esse efeito se dá por que só se pode poupar construindo produtos duráveis, e esperando um futuro onde a utilidade deles será maior. Mas conforme a população estagna ou decresce, eles começam a valer menos no futuro.)

Isso provavelmente explica em parte o movimento. Quanto menor as taxas de juros, mais vale a pena o estado se endividar.

Também, quanto mais dificil fica poupar, mais poupar atravez do estado fica atrativo, por isso a demanda por divida publica deve aumentar, deprimindo o custo da divida do governo.

Anônimo disse...

Estatística, o empirismo da Idade Contemporânea...

Basta um Cisne Negro para derrubar toda uma teoria de base empírica.

A doença estatística já acometeu até a Nobéis (vide LTCM) - buscando acreditar em uma lógica "fácil" (que me desculpem aqueles doutores) para gerar riquezas...


Regra para um Nobel: capacidade de abstrair teorias que iludirão a nós, reles mortais, por alguns bons anos.


Anônimo disse...

No mínimo, legal!

Anônimo disse...

Melhor utilizar divida bruta per capita. Talvez tenha alguma lógica.

Rafael H M Pereira disse...

O MGI fez um trabalho sobre isso. Aqui o podcast de divulgacao http://castroller.com/podcasts/MckinseyGlobalInstitute/3164322

abraço

Anônimo disse...

Como você encontrou os dados que relaciona a dívida a faixa etária?

Drunkeynesian disse...

Banco Mundial