sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Benoît Mandelbrot, 1924-2010

Nassim Taleb me fez saber há pouco, pelo Facebook, da morte do seu amigo e grande matemático Benoît Mandelbrot.

Mandelbrot foi generoso o bastante para dedicar parte do seu tempo a iluminar as trevas do estudo de finanças. O livro que resume suas conclusões sobre o assunto, The (Mis)Behavior of Markets: A Fractal View of Risk, Ruin, and Reward (na versão em Português, Mercados Financeiros Fora de Controle) é uma aula de honestidade intelectual, humildade e abordagem científica, e deveria ser leitura obrigatória para qualquer um que queira começar a entender sobre mercados financeiros. Não tenho a menor base para analisar o restante de sua obra e do seu impacto, mas sei que o legado é enorme, em diversos campos do conhecimento (de mecânica dos fluidos à computação gráfica -- a Pixar deve muito à descoberta dos fractais). Bom descanso, grande mestre.

"It is beyond belief that we know so little about how people get rich or poor, about how it is they come to dwell in comfort and health or die in penury and disease. Financial markets are the machines in which much of human welfare is decided; yet we know more about how our car engines work than about how our global financial system functions. We lurch from crisis to crisis. In a networked world, mayhem in one market spreads instantaneously to all others—and we have only the vaguest of notions how this happens, or how to regulate it. So limited is our knowledge that we resort, not to science, but to shamans. We place control of the world's largest economy in the hands of a few elderly men, the central bankers."

2 comentários:

Lauro disse...

Que pena. Eu gostava muito de seus livros. Fiquei realmente triste.

Igor T. disse...

Também o conheci pelo Taleb, um grande homem.

Linques que peguei no MR:

Seleção de cinco vídeos:
http://www.moneyscience.com/Finance_Focus/Benoit_Mandelbrot_on_Video_-_A_Selection.html