quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Bolão para o Nobel de Economia

O anúncio é na próxima segunda-feira. Aqui os chutes da Reuters; aqui os do Tyler Cowen. Acho que Harvard vetou o bolão que o Mankiw fazia, então vou fazer uma versão caseira aqui. Coloquem nos comentários seus favoritos. Se alguém acertar, eu mando um livro bacana daqui (talvez o novo do Angus Deaton, ou a nova coletânea de textos do Hirschman, ou o que estiver em promoção na livraria).

Meu chute-zebra é o Michael Woodford, não vale copiar (e, se eu acertar, mando minha conta para vocês depositarem milhões).

29 comentários:

Anônimo disse...

Já que é para zebrar, lá vai:
Voto no Daniel Kaufmann.
Abs
Ronaldo

Francisco Pessoa disse...

Vou no Joshua D. Angrist que aparenta estar cotado como favorito!

Abs,

Francisco Q. P.

Ricardo Medeiros dos Santos disse...

Chute por chute:

Alan Krueger.


Abs,
Panazelia

Anônimo disse...

Sam Peltzman

[]s

LFS

Anônimo disse...

Se eu votasse seria Esther Duflo até acredito que ela ganhe no futuro, seria a minha zebra.


Eu acho que vai dar a dupla: Alan Krueger e David Card.

Abs,

Marcelo

Anônimo disse...

Minha aposta: Doug Diamond.

Vinicius Carrasco

Anônimo disse...

Minha aposta vai para o Robert Townsend do MIT e a literatura de contratos dinâmicos.

Quem sabe até o Hugo Hopenhayn entra junto nessa!

Abraços,

André Victor

Anônimo disse...

Sei que devo estar sozinho nesta, mas aposto no William J. Baumol, pelas contribuições em Microeoconomia (contestable markets, teoria do empresário..etc)

http://gustibusgustibus.wordpress.com

Manoel disse...

Não tenho a mínima ideia, mas um chute completo:
Elhanan Helpman

Anônimo disse...

Jean Tirole pode anotar

troco o livro por algo do Red Sox !!!

abs

Teco

Pedro Américo disse...

Borjas por seu trabalho em economia da imigração.

Rodrigo Pontes disse...

Fui pesquisar para dar um chute e acabei achando alguns comentários pertinentes:

"In his speech at the 1974 Nobel Banquet Friedrich Hayek stated that if he had been consulted whether to establish a Nobel Prize in economics he would "have decidedly advised against it"[23][27] primarily because "the Nobel Prize confers on an individual an authority which in economics no man ought to possess... This does not matter in the natural sciences. Here the influence exercised by an individual is chiefly an influence on his fellow experts; and they will soon cut him down to size if he exceeds his competence. But the influence of the economist that mainly matters is an influence over laymen: politicians, journalists, civil servants and the public generally."[27]", esse é da Wikipedia.


Essede um fórum...

"
>The award’s real name is the “Sveriges Riksbank Prize in Economic Sciences in Memory of Alfred Nobel.” It was not established by Nobel, but supposedly in memory of Nobel. It’s a ruse and a PR trick, and I mean that literally. And it was done completely against the wishes of the Nobel family.
>Members of the Nobel family are among the harshest, most persistent critics of the economics prize, and members of the family have repeatedly called for the prize to be abolished or renamed. In 2001, on the 100th anniversery of the Nobel Prizes, four family members published a letter in the Swedish paper Svenska Dagbladet, arguing that the economics prize degrades and cheapens the real Nobel Prizes.
>Most recently, in 2004, three prominent Swedish scientists and members of the Nobel committee published an open letter in a Swedish newspaper savaging the fraudulent “scientific” credentials of the Swedish Central Bank Prize in Economics. “The economics prize diminishes the value of the other Nobel prizes. If the prize is to be kept, it must be broadened in scope and be disassociated with Nobel,” they wrote in the letter, arguing that achievements of most of the economists who win the prize are so abstract and disconnected from the real world as to utterly meaningless.
If you'd like to read about the history of the scam that is the "Nobel Prize in Economics", there's plenty more in this article:
http://www.alternet.org/economy/there-no-nobel-prize-economics"


Enfim, desisti do palpite e boicoto o prêmio! haha Ou melhor, meu palpite é que ninguém é premiado este ano.

Mineiro disse...

Vou de Satoshi Nakamoto!!!

Leonardo disse...

Richard A. Posner

rafael andrade disse...

Dois chutes: Shinzo Abe ou Guido Mantega!

Thiago Silva disse...

como sou Econometrician, minha aposta ( e torcida) vai para Pesaran e o Phillips.

Diogo disse...

Vou de Hendry/Pesaran/Phillips

Anônimo disse...

Eu vou ganhar essa bagaça.

Anônimo disse...

Mantega

FRocha disse...

Vai dar Peter C.B. Phillips pode me quotar depois aqui nessa bagaça!

Anônimo disse...

ARNO AUGUSTIN, praticamente um amigo que sabe dar uns pelés na conta do bar.

Leonardo Monasterio disse...

Baumol, mas sei que é mero wishful thinking.

Anônimo disse...

Arno Augustin, com certeza.
Pelas contribuições inigualáveis ao ramo da economia que dispensa a lógica e a matemática.

Anônimo disse...

Zebra? Bernanke.

Anônimo disse...

Quem sabe Blanchard!
Abs,
Daniel Rosembaum

Hirschman disse...

Benoit Mandelbrot, Murray Gell-Mann e Wislow Farrell. Certeza!

Carlos Cotrim disse...

Lars Peter Hansen....GMM

João Carlos Nicolini de Morais disse...

Acho que ele está meio fora de moda, mas o Paul Romer. Acho que cotaram ele mais seriamente em 2011, quando ele aparecia mais com a ideia que ele promovia: as Charter Cities. Vamos ver.

Mineiro disse...

Não foi desta vez!!! Carlos Cotrim é o único ganhador?